Frases de Amor, Amizade, Reflexão ... para postar no Facebook

Frases de Filósofos

Talvez eu seja enganado...
Talvez eu seja enganado inúmeras vezes... Mas não deixarei de acreditar que em algum lugar, alguém merece a minha confiança!
(Aristóteles)

Aquilo que escuto eu...
Aquilo que escuto eu esqueço,
Aquilo que vejo eu lembro,
Aquilo que faço eu aprendo.

(Confúcio)

O nosso caráter é o...
O nosso caráter é o resultado da nossa conduta.
(Aristóteles)

Não se pode criar...
Não se pode criar experiência. é preciso passar por ela.
(Albert Camus)

Minha solidão não tem...
Minha solidão não tem nada
a ver com a presença ou
ausência de pessoas...
Detesto quem me rouba a solidão
sem em troca me oferecer
verdadeira companhia.

(Nietzsche)

Não basta conquistar a...
Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la.
(Cícero)

Um Amigo se faz rapidamente; já a amizade é um fruto que amadurece lentamente.
(Aristóteles)

Felicidade é ter algo o que fazer, ter algo que amar e algo que esperar.
(Aristóteles)

Quanto maior são as dificuldades a vencer, maior será a satisfação.
(Cícero)

Nunca é alto o preço a...
Nunca é alto o preço a pagar pelo privilégio de pertencer a si mesmo...
(Nietzsche)

Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida.
(Platão)

Em meio ao Inverno...
Em meio ao Inverno finalmente aprendi que dentro de mim reside um Verão inesgotável.
(Albert Camus)

O inimigo mais poderoso que você ira encontrar será você mesmo.
(Friedrich Nietzsche)

Para quê preocuparmo-nos com a morte? A vida tem tantos problemas que temos de resolver primeiro.
(Confúcio)

Onde quer que vá, vá com o coração.
(Confúcio)

Nosso caráter é resultado de nossa conduta.
(Aristóteles)

Somos o que repetidamente...
Somos o que repetidamente fazemos. A excelência, portanto, não é um efeito, mas um hábito.
(Aristóteles)

Uma vida não questionada não merece ser vivida.
(Platão)

Eu seria vegetariano se...
Eu seria vegetariano se bacon crescesse em árvores.
(Homer Simpson)

Fiquei magoado, não por me teres mentido, mas por não poder voltar a acreditar-te.
(Friedrich Nietzsche)